Ainda é Tempo, por Maurício Guimarães

219
 

© Maurício Guimarães

Ao ser convidado para ser um articulista da TV ChicoXavier.com, quero afirmar de minha satisfação de fazer parte, junto a outros companheiros do exercício da escrita em favor do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A minha ligação com o saudoso médium de Pedro Leopoldo, o nosso querido Chico Xavier é diferente de seus irmãos que conviveram diuturnamente com ele, em Pedro Leopoldo ou Uberaba.

O nosso contato ocorreu em 1978, em Uberaba na Casa da Prece, de uma maneira inusitada.

Fui convocado pelo Espírito de Fabiano de Cristo, encarnação anterior de José de Anchieta, para ir até lá. O acontecimento e sua consequência serviram como grande esclarecimento ao meu espírito, na sequência da obra que fundamos em 1976. Em próxima oportunidade falarei sobre isso.

Hoje vivendo a Pandemia do Covid 19, vou encaminhar um pensamento com vibrações de paz e equilíbrio para todos nossos irmãos que se encontram atravessando este flagelo mundial, na certeza que estamos ressarcindo as imensas dívidas de um passado tumultuoso.

Então reflete:

  • Ante as devastações do mal, apoia o trabalho que objetiva o retorno do bem.
  • Até que nos integremos no amor e sabedoria infinita, nos círculos da manifestação que, por agora, nos escapam o raciocínio, a falibilidade é compreensível no campo de cada um tanto quanto o erro é natural no aprendiz em experiência na escola.
  • Educação não forma autômatos.
  • A ordem universal não cria fantoches.
  • Onde haja desastre, auxilia a restauração.
  • Viste homens e mulheres cercados de apreço público aniquilar existências preciosas, demandando o sangue de corações queridos em forma de lágrimas; surpreendeste cidadãos abastados e aparentemente felizes que humilharam os próprios pais, reduzindo-os à extrema pobreza ao preço de documentos espúrios; assinalaste pessoas açucaradas e sorridentes que induziram outros ao suicídio e à criminalidade, sem que ninguém os detivesse; identificaste os que abusaram do poder e do ouro, erguendo tronos sociais para si próprios, á custo do pranto que fizeram aos outros, com aplausos dos melhores amigos; abristes as portas do hospício ou penitenciaria aos que te confiaram os tesouros da convivência, sem que o mundo os incomodasse.

Segue entre os homens, abençoando e ajudado, ensinando e servindo.

Todas as vitimas das trevas serão á luz, e todos os caídos serão levantados, ainda que, para isso a esponja do sofrimento tenha de ser manejada pelos braços da vida, em milênios de luta.

As leis divinas são de justiça e misericórdia e a providencia jamais abandona o pecador.

Portanto, nesse isolamento, proporcionada por esta pandemia que colocam de joelhos o mundo terrestre submisso e resignado, agradece o Senhor a pequena cobrança aos nossos Espíritos, dos flagelos do ontem.

E segue no hoje construindo a senda do amanhã.

***profissional da Área médica e Bioquímica. Especialista em Analise e Pesquisas Clinica. Conferencista e palestrante espírita em diversos locais do Brasil. Médium de psicografia e Psicofonia há 48 anos. Fundador do Lar Assistencial Espírita Irmão Fabiano de Cristo em 1976. Escritor Espírita psicografando dois livros: Cenário de Luz e Complexo Cenário de Luz.

Load More Related Articles
Comments are closed.